A Arte de Agradecer, Mesmo Em Momentos Ruins



Parece simples, mas é algo muito complexo. Cientistas afirmam que a Gratidão é o sentimento mais completo e complexo que existe.

Nem sempre somos gratos por coisas boas e não é fácil sermos gratos por coisas ruins, principalmente quando estamos passando pelo momento e não estamos nem um pouco felizes com a situação.

Mas o que eu vou falar agora é algo que fez total sentido para mim: quando passamos por um momento ruim, em tese, temos duas alternativas: nos entregarmos à dor e ao sofrimento sem fim, ou nos entregarmos à dor por um breve período de tempo e escolhermos não sofrer mais. E assim, sermos gratos pelo acontecimento ou pelo que tivemos de bom enquanto o emprego que gostávamos durou, por exemplo, pelos ensinamentos que tivemos nele, pelo que aprendemos com as pessoas que amamos e perdemos, pelo amor que compartilhamos.

Desde pequena eu sempre fui uma pessoa muito sensível e presto muita atenção aos sinais do Universo.

Então, sempre que acontece alguma mudança, eu tento analisar no que eu posso melhorar diante daquilo. Como posso ser um ser humano melhor a cada dia, diante das lições que a vida me dá.

Aprendi a ser grata à vida, quando perdi um ente muito querido, e desde então venho defendendo a ideia de que a vida é um bem muito precioso para ser descartado sem termos vivido.

Então, por uma parte das coisas, eu passei a ser grata.

Mas não por tudo o que tinha.

Há muito pouco tempo, minha perspectiva sobre Gratidão se alterou completamente, e então, sobre a minha vida.

Compreendi quais são as coisas mais importantes para mim, e passei a zelar mais por elas.

Passei a observar mais e a estar mais presente nos bons momentos, não só em carne e osso, mas de corpo e alma.

Passei a olhar para cada momento bom como um presente, e para cada momento ruim como uma necessidade.

Muitas vezes...

Necessitamos passar pelo sofrimento para crescer.

Necessitamos passar pelo apuro para compreendermos o que importa.

Necessitamos conhecer pessoas que nos fazem mal para que possamos dar valor às que nos fazem bem.

Com o tempo, eu vi que a vida costuma ser algo muito simples. Ela é o que é, e nós temos o dom de complicá-la em seu grau máximo. É um dom, é um hábito. E como todo hábito, tem como ser construído, mas também tem como ser desconstruído.

Quando eu passei a agradecer todos os dias pelo que tenho (e não formalmente, muitas vezes agradecemos apenas dando o devido valor ao momento - cada um tem seu modo de exercer a Gratidão), comecei a compreender melhor minha própria essência.

Redescobri meus valores, direcionei minhas forças, me fortaleci como ser humano.

Ser grato não é ser conformado. É saber valorizar o que nos cabe, é doar um pouco de nós que seja para construir um laço com alguém.

Hoje, sou grata por tudo o que tenho, quem eu sou e quem eu tenho em minha vida. Porque eu sei que não aprenderia tanto se não passasse pelas dificuldades que passei para chegar até aqui.

Que eu possa sempre agradecer, e com isso, inspirar outras pessoas a darem valor ao que mais importa em suas vidas. A Felicidade se multiplica, quando a regamos todos os dias. Cultivar pensamentos positivos como a Gratidão, é essencial para mantermos nossa vida em Equilíbrio.

Viva de Verdade
VIVA DE VERDADE

"Viver de verdade é uma escolha e só você pode escolher a vida que mais faz conexão com a sua essência, com a sua verdade".

Colorido5.png